Treino funcional em casa: opção eficaz para a quarentena

Técnicas de respiração preservam a saúde ao aliviar a ansiedade gerada por se trabalhar em casa

Treino do seu jeito 5 min. de leitura
Treino funcional em casa: opção eficaz para a quarentena

A medida do distanciamento social adotada pela maioria dos governos para conter a pandemia da covid-19 mudou radicalmente a forma como as pessoas conduzem suas vidas e se relacionam. Porém, o confinamento de vários indivíduos por um longo período de tempo acarreta prejuízos às saúdes física e mental.

O mais paradoxal é que, justamente quando academias de ginástica, clubes esportivos e espaços fitness são obrigados a fechar suas portas, as autoridades da Saúde têm recomendado a atividade física à população. Como pontuou o Ministério da Saúde dos Estados Unidos, no dia 7 de abril, o exercício físico é a ferramenta ideal para “melhorar seu humor, reduzir o estresse, regular o sono e aprimorar o seu foco”.

Dessa forma, você não precisa se preocupar nem abandonar a rotina de exercícios que tinha, principalmente nesses tempos de sedentarismo compulsório. É possível (e necessário) adaptar o que você já estava acostumado a fazer para uma nova realidade: a domiciliar. Algumas academias, como a Selfit, estão disponibilizando diferentes tipos de exercício em seus sites. Na seção Treine em Casa, a academia  disponibiliza diversos vídeos para manter uma rotina saudável. 

Aqui vai um spoiler: pela sua adaptabilidade a qualquer ambiente e por ser baseado nos movimentos naturais dos seres humanos (correr, pular e agachar), o treino funcional tem sido a alternativa doméstica mais recomendada pelos médicos para as pessoas acostumadas a fazer atividades físicas. Além de ser uma ótima opção para os que desejam adquirir novos hábitos saudáveis.

Treino funcional

homem correndo em casa
(Fonte: Giphy)

“Treinamento funcional” é o nome de uma série de exercícios físicos projetados com base nas atividades do dia a dia dos indivíduos. Assim, se você estiver em home office, por exemplo,  pode  focar em trabalhar os grupos musculares do chamado “core”, que são respectivos à região do tronco (umbigo, lombar, pélvica, quadril e abdominal) e responsáveis pela proteção da coluna vertebral — que fica mais exposta à má postura.

Diferente do treino de força ao qual alguns estão acostumados, no qual a busca é por ganho muscular e queima de calorias, o funcional privilegia a qualidade dos movimentos. Isso significa que o trabalho físico envolve a contração dos músculos de maneira contínua e integrada, fazendo com que o abdômen, por exemplo, fique ativado em diferentes tipos de exercício. O gasto energético em treinos funcionais pode chegar a 800 calorias em 1 hora.

Essa característica evita sobrecargas em partes isoladas do corpo e reduz o risco de lesões. O ideal é sempre contar com a orientação de um profissional capacitado, mas, na situação na qual vivemos atualmente, é possível que você consiga seguir uma série de movimentos utilizando videoaulas ou aplicativos para tal — a Selfit oferece um app exclusivo para seus alunos com exercícios e desafios diários.

Grande parte dos exercícios pode ser executada apenas com o peso do corpo e, para aqueles que demandam equipamentos, é possível fazer algumas adaptações em casa. Escadas podem ser utilizadas como estepes, cadeiras para subidas e agachamentos, e paredes para os alongamentos. 

Exercícios e seus benefícios

família fazendo flexões em casa
(Fonte: Giphy)

Para quem pretende iniciar os exercícios funcionais em casa, um conselho: afaste os móveis. Inicie agora e utilize as aulas online! Pratique aos poucos, a frequência de 2 ou 3 vezes por semana é ideal.

Os principais exercícios dentro desse tipo de treino são: agachamento, prancha isométrica clássica, ponte (elevação dos quadris), alpinista ou montanhista, burpee (flexão com salto), abdominal bicicleta e corrida no local com elevação de joelhos. Verifique qual deles combina com o seu estilo de vida e monte o seu circuito com a realização dos movimentos em sequência ou siga as indicações dos profissionais da Selfit.

Com pouco tempo de prática, você notará os bons resultados. Como é um programa voltado tanto para atletas de alta performance como para pessoas com pouco condicionamento físico, convide familiares e colegas com os quais você mora para participar das atividades. Os benefícios delas são inúmeros, pois o programa de treino:

  • é adaptável a você;
  • permite a definição dos músculos;
  • é altamente motivador devido à quantidade de combinações de exercício;
  • proporciona a melhora no equilíbrio e na postura do corpo;
  • favorece o aumento de massa e força musculares;
  • desenvolve a consciência corporal;
  • aperfeiçoa a flexibilidade do corpo e a coordenação motora;
  • aumenta a estabilidade da região core, principalmente da coluna vertebral;
  • melhora a capacidade cardiorrespiratória;
  • alivia estresse e ansiedade, promovendo um estado de bem-estar;
  • queima calorias;
  • acelera a recuperação de estruturas musculares lesionadas.

Agora que se familiarizou com as inúmeras possibilidades do treino funcional, que tal introduzir um pouco de movimento dentro de casa nessa quarentena? Compartilhe essas dicas!

Gostou do assunto? Que tal compartilhar com seus amigos?