Você sabe o que são exercícios isométricos?

O conceito de isometria na ginástica tem relação com fortalecer sem sair do lugar

Treino do seu jeito 4 min. de leitura
Você sabe o que são exercícios isométricos?

Isometria é uma palavra de origem grega: o prefixo iso significa igual e o sufixo metron corresponde a tamanho. O conceito aplicado nas academias tem como objetivo fortalecer e tonificar os músculos, mas em geral sem alterar o tamanho deles. São importantes para atividades que exigem mais movimentações.

O que são exercícios isométricos?

Os exercícios isométricos necessitam de postura estática para serem realizados, sem sair do lugar, podendo ser feitos tanto com aparelhos de ginástica quanto sem, usando apenas o peso do corpo. Durante a atividade, os músculos se contraem, mas não encurtam nem realizam movimento articular. No Brasil, a famosa prancha utiliza o conceito da isometria mais conhecido.

Vantagens da isometria

mulher fazendo exercício isométrico
A isometria prevê que o corpo fique estático durante os exercícios. (Fonte: Shutterstock)

Esse tipo de atividade pode ser realizado em qualquer lugar, já que não necessita de aparelhos específicos ou acessórios como tornozeleiras e elásticos. O único pré-requisito é ter atenção às contrações musculares e à posição estática.

Os treinos de isometria exigem mais do corpo do que os tradicionais com movimento, usando até 100% da capacidade de contração dos músculos, contra 50% nos demais. A tonificação muscular promovida por esse tipo de exercício está associada a uma queda na taxa de gorduras abdominais e controle de colesterol e triglicerídeos, fatores que podem ajudar a diminuir o risco de doenças cardiovasculares.

Contraindicação

Exercícios com isometria podem aumentar repentinamente a pressão arterial, por isso não são recomendados para pessoas com hipertensão. Já pacientes de cardiopatias e problemas vasculares podem executar os treinos, mas com restrições.

Fumantes, pessoas idosas, gestantes, crianças e adolescentes também precisam ter cuidados especiais antes de iniciar os treinos estáticos. É essencial procurar ajuda profissional ao começar a se exercitar, para saber o quanto e como treinar.  No site e no app da Selfit você encontra diversas aulas prontas para realizar em casa.

Na prática

Na hora de se exercitar, é preciso sempre ficar de olho na postura. Como a utilização de aparelhos não é obrigatória, a coluna fica mais vulnerável, então deve haver o cuidado de deixá-la sempre reta.

Mantenha o foco na respiração. Ao contrair os músculos, pode-se bloquear a respiração involuntariamente, o que causa aumento da pressão arterial, por isso respire normalmente durante todo o treino.

A isometria é baseada na contração muscular, então quanto mais tensão, mais resultado. Apesar de ser realizada em posição estática, isso não significa que é para usar a mesma pose durante todo o treino; mudar de postura diversifica e ajuda trabalhar mais partes do corpo.

Dicas

Conheça algumas posições para treinar.

Prancha

exercício de prancha
Os mais experientes podem tentar a prancha em posição de flexão. (Fonte: Freepik)

Já conhecida nas aulas de pilates, a prancha é um ótimo exercício para fortalecer a musculatura abdominal. Coloque os cotovelos e as mão no chão e deixe apenas os dedos dos pés como apoio no solo. Erga o corpo tensionando os músculos da barriga.

Agachamento

O agachamento ajuda a fortalecer os músculos das costas. (Fonte: Freepik)

Para quem tem interesse em fortalecer os glúteos e os quadríceps, essa é a posição ideal. Deixe os pés paralelos e se certifique de que não estão passando muito da linha dos ombros. Agache-se e fique na posição por pelo menos 20 segundos mantendo a coluna reta.

Você já pratica algum exercício que envolve isometria? Conte para nós.

Gostou do assunto? Que tal compartilhar com seus amigos?