Exercício em família: veja sugestões para manter todos ativos em casa

Adaptar a prática de exercícios em família pode ser uma oportunidade para aproximar todos

Treino do seu jeito 4 min. de leitura
Exercício em família: veja sugestões para manter todos ativos em casa

Vivendo ainda com algumas limitações às atividades cotidianas e com crianças em casa, famílias têm sido obrigadas a reorganizar horários e reinventar os afazeres domésticos. Além disso, outra ameaça tem estado presente: o sedentarismo. Para evitá-lo, a solução é a prática de exercício em família, de forma a manter as pessoas saudáveis e ativas. A questão é: como fazer isso?

Conversamos com a profissional Angelica Danielevicz, que atua como professora de ginástica rítmica para crianças. Na entrevista, perguntamos as principais dicas para as famílias que quiserem treinar em conjunto sem sair de casa. 

Se a galera aí na sua casa anda meio devagar, essa é a hora de começar a se exercitar!

família fazendo exercício
(Fonte: Giphy)

Existe alguma forma de a família inteira fazer o mesmo treino?

Com certeza. Os treinos realizados em domicílio têm a vantagem de podermos adaptar tanto os exercícios quanto as intensidades. Podem ser utilizados os materiais que já temos, como garrafas de água ou de produtos de limpeza, bolas de esportes variados, corda, entre outros.

Quando forem realizados com as crianças, elas podem realizar os mesmos movimentos, mas sem carga, enquanto os pais podem utilizar cargas adaptadas com os materiais disponíveis. Além do mais, há brincadeiras tradicionais de criança, como bola, pega-pega e pular corda, que são ótimas opções de exercícios aeróbicos para os papais.

É possível manter o foco quando treinamos em casa?

Sim. O foco para alcançar nossos objetivos com a prática de atividade física não depende do ambiente. O que precisamos pensar é: quando estivermos realizando os treinos em casa, temos que agir como se estivéssemos na academia. Desde a preparação (colocando uma roupa adequada) e separação dos materiais que serão usados até o tempo destinado exclusivamente para o treino.

mãe e filha fazendo exercícios
(Fonte: Shutterstock)

Como se prevenir para evitar lesões?

A primeira dica é sempre aquecer o corpo antes de começar a sessão. Quando realizamos movimentos intensos com o corpo “frio”, estamos mais propensos a nos machucar, pois o corpo não está preparado para receber aquele estímulo. Portanto, sempre devemos realizar um aquecimento antes de treinar.

Manter os alongamentos em dia também é uma ótima forma de prevenir lesões, pois grande parte delas e das entorses advêm de pouca mobilidade articular ou enrijecimento muscular. 

Como convencer crianças e adolescentes a trocar os seus gadgets eletrônicos pelos treinos?

Quando estamos no conforto de casa, há diversas distrações ao nosso alcance, como TV, computador, tablets e videogames, ficando “fácil” deixar o treino para segundo plano. Por isso, é muito importante organizar o tempo e planejar o treino, pois a família deve ser avisada do horário que foi determinado para todos praticarem alguma atividade física juntos. Dessa forma, as outras atividades devem ser realizadas antes ou depois disso. 

Se mesmo assim houver resistência, as atividades devem ser pensadas novamente para que agradem ao máximo os praticantes, com temas divertidos e que os motivem a participar.

pai fazendo flexão
(Fonte: Shutterstock)

Como funciona, na prática, a elaboração de um programa de atividades físicas familiar? De quanto em quanto tempo deve ser atualizado?

O programa dependerá dos objetivos e da individualidade de cada participante. Unindo as características de cada um, serão prescritos os exercícios que possam ser realizados por todos, com ou sem adaptações, e que colaborem para alcançar os objetivos dos participantes. O programa deve ser atualizado a cada 3 semanas (no máximo 4) para manter a participação e a motivação de todos.

Para treinar em casa, do seu jeito, visite o site da Selfit!

Gostou do assunto? Que tal compartilhar com seus amigos?