Como balancear treinos em casa e na academia?

Com a reabertura das academias, as pessoas que estavam fazendo atividades físicas em casa começam a repensar os seus treinos, visando um novo normal

Treino do seu jeito 3 min. de leitura
Como balancear treinos em casa e na academia?

Durante a pandemia, muita gente teve que adaptar a rotina de exercícios físicos ao ambiente doméstico. Algumas academias forneceram suporte para que as pessoas não ficassem inteiramente desassistidas, sem falar em profissionais de Educação Física que se desdobraram para criar alternativas viáveis.

Com a reabertura dos espaços, ainda com restrições, muitos têm se questionado se o ideal é continuar o treino doméstico ou voltar para a academia, outros perderam totalmente o condicionamento físico e não se sentem nem mesmo motivados a retomar os exercícios físicos.

Conversamos com a professora de Educação Física Jaqueline da Silva Santos (CREF 9910/RJ), que também é especialista em Gestão de Pessoas e Saúde Funcional. Ela falou sobre o funcionamento dos dois sistemas de treinos e deu algumas dicas úteis para quem deseja manter uma rotina saudável.

higienizando esteira
(Fonte: Shutterstock)

Como balancear treinos feitos em casa e na academia?

Primeiramente, o ideal é procurar a orientação de profissionais de Educação Física e, a partir daí, elaborar uma rotina de treinos que não sobrecarregue o corpo. Em casa ou ao ar livre, podemos realizar exercícios apenas com o peso do corpo ou usando materiais bem acessíveis e até optar por uma simples caminhada ou corrida. Na academia, podemos fazer treinos rápidos com sobrecarga, já que algumas pessoas ganharam peso e outras perderam muita massa muscular.

gif animado
(Fonte: Tenor)

Para quem pretende alternar entre treinos na academia e em casa, é necessário comprar aparelhos?

Não vejo necessidade de adquirir aparelhos, principalmente se estiver alternando entre academia e casa. O mais importante é ter um bom planejamento das atividades. Em casa, um colchonete, corda para pular e o próprio peso do corpo; na academia, além dos aparelhos, poder reencontrar os amigos, mesmo de longe, e a presença de profissionais para ajudar a planejar e orientar nos dois locais.

gif
(Fonte: Giphy)

Quais os cuidados para as práticas feitas em casa?

O mais importante, na minha opinião, é se conhecer, entender o próprio corpo e suas restrições, tal como dores e desconfortos mioarticulares; e, a partir disso, ter consciência e cuidado com o tipo de aula que mais motiva e faz você se sentir bem.

Após alguns meses parados, como recuperar a motivação para treinar tanto em casa como na academia?

Temos que ter uma visão otimista de toda a situação e enxergar que a atividade física, nesse período de quarentena, nunca foi tão valorizada e reconhecida como essencial à saúde física e mental das pessoas.

A motivação vem quando você começa a ver que precisa se cuidar para cuidar do outro e que o exercício vai além da estética. A atividade física é a maior aliada e o melhor remédio natural para as doenças do corpo e da mente.

Pense em você e como quer estar daqui a alguns anos, com seus filhos, sua família ou simplesmente tendo autonomia para viver de maneira mais ativa e equilibrada. Para finalizar, comece devagar, mas faça, pois o feito é melhor que o não feito.

Conhece alguém que está em dúvida em como conciliar os treinos nesse período? Compartilhe este texto.