Como ajustar uma bicicleta ergométrica

Saber como ajustar corretamente o aparelho pode ajudar a atingir o objetivo desejado e evitar lesões

Treino do seu jeito 4 min. de leitura
Como ajustar uma bicicleta ergométrica

O uso da bicicleta ergométrica traz muitos benefícios: melhoria do condicionamento físico, da resistência muscular, queima de calorias, dentre outras vantagens. Além disso, a qualidade de vida está diretamente relacionada à prática de atividades físicas, logo praticar esse tipo de exercício diminui consideravelmente os riscos de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, diabete, problemas relacionados a baixa imunidade, além de transtornos de fundo emocional. Entretanto, para que tudo corra bem, ajustes iniciais são necessários.

Ajustando a bicicleta ergométrica

Passo 1: Acerte a altura do assento

Encontrar a altura do selim ideal para você é muito importante não somente para o seu desempenho, mas também para a sua saúde, pois uma bicicleta ergométrica mal posicionada pode lhe causar lesões.  Para isso, fique de pé ao lado da bicicleta ergométrica e ajuste o selim de modo que fique na altura dos seus ossos do quadril.

Passo 2: Ajuste o guidão 

O guidão deve estar na mesma altura do selim. Para ter certeza de que está na posição correta, dobre um braço em um ângulo de 90° e feche o punho. Toque a frente do punho no centro do guidão, com o cotovelo apontado na direção do selim. Ajuste o assento de modo que a frente dele toque seu cotovelo.

Passo 3: Sente no selim 

Sente no selim apenas após ajustar a bicicleta ergométrica
Sente no selim apenas após ajustar a bicicleta ergométrica. (Fonte: FreePik)

Sente no assento depois de ajustá-lo e, conforme senta, gire lentamente os pedais; quando um deles estiver para baixo, a perna deve estar levemente dobrada, em um ângulo máximo de 35°.

No momento em que os pedais estiverem na mesma altura, um joelho deve estar diretamente à frente do pedal da frente. Se não for o caso, reajuste o selim conforme necessário.

Nas bicicletas reclinadas (pouco comuns, mas ainda existentes), a perna esticada deve ficar dobrada em no máximo 15°, enquanto a outra perna deve estar dobrada em 90°.

Passo 4: Ajuste o guidão de acordo com o conforto

É importante que você consiga tocar no guidão de modo confortável, com a coluna reta, os ombros relaxados e os cotovelos levemente dobrados. Na posição adequada, não se deve sentir pressão nas costas, nos joelhos ou nos pulsos.

Passo 5: Configure a bicicleta ergométrica de acordo com o objetivo 

O ajuste da bicicleta ergométrica deve ser feito de acordo com o seu objetivo
O ajuste da bicicleta ergométrica deve ser feito de acordo com o seu objetivo. (Fonte: FreePik)

Não basta empurrar e puxar os pedais com velocidade. A ideia é trabalhar em um ritmo suave e firme, aumentando a resistência periodicamente. Mesmo quando se pedala lentamente, se estiver seguindo contra a resistência, você gerará bastante energia. No geral, aumente a resistência em vez das rotações. Fazer isso de tempos em tempos ajuda a prevenir ferimentos e melhora o treino, promovendo um ritmo firme de pedaladas. Mantenha os pés planos sempre que possível: evite apontá-los para baixo durante as pedaladas, sempre deixando os dedos um pouco acima dos calcanhares.

Vamos praticar?

Durante a prática de exercícios hidrate-se e
Durante a prática de exercícios, hidrate-se e conte sempre com acompanhamento profissional. (Fonte: FreePik)

A prática de qualquer atividade física requer atenção especial para evitar lesões e o acompanhamento de um profissional habilitado poderá auxiliar você a obter os melhores resultados.

É possível começar a pedalar independentemente do nível de aptidão física, mas é importante que o controle da frequência cardíaca seja feito através do monitor, e que a pessoa permaneça pelo menos 50% do tempo total do exercício dentro da frequência cardíaca de treino.

E você, gosta de pedalar? Conte para a gente a sua experiência com o pedal!