Quais são os benefícios de fazer aulas de jump?

Além de ser um exercício muito divertido, o jump traz benefícios para a respiração e coordenação motora, até aliviando o estresse.

Treino do seu jeito 4 min. de leitura
Quais são os benefícios de fazer aulas de jump?

O jump é um exercício aeróbico em que você executa vários movimentos de intensidades diferentes em um minitrampolim elástico e, ao fazer essa atividade, você pode acrescentar o seguinte detalhe: ouvir uma playlist superanimada! 

mulher fazendo jump
O exercício traz benefícios para a saúde e ainda é divertido. (Fonte: Giphy)

Não é para menos que essa é uma das atividades aeróbicas mais populares na academia. Se você adquirir um minitrampolim, também é possível praticá-la em casa. Fazer uma aula de jump deixa a energia lá em cima e ainda tem diversas vantagens para a saúde. Vamos conhecer quais são?

Auxilia na coordenação motora

mulheres fazendo jump
Os movimentos ajudam na concentração e no equilíbrio. (Fonte: Giphy)

Como os exercícios são feitos em um minitrampolim, é preciso ter atenção com a postura para não pisar nas bordas do objeto e, com isso, desequilibrar-se. Esse cuidado trabalha os músculos estabilizadores da lombar e do abdômen, especialmente no movimento de empurrar o elástico do trampolim. 

Dessa forma, essa atividade vai aperfeiçoando a coordenação motora e o equilíbrio dinâmico de quem pratica. Por exemplo, para aqueles que têm problemas de conseguir se equilibrar no alongamento, isso é útil para melhorar a execução do aquecimento antes de outros exercícios físicos.

Aprimora a atividade cardiorrespiratória

jump
O jump melhora a circulação e a respiração. (Fonte: Giphy)

Se você já fez jump, sentiu a respiração ficar mais intensa e rápida no meio de tantos pulos, certo? Isso faz com que o organismo demande mais oxigênio, o que ajuda a desenvolver o sistema respiratório. A prática constante desse exercício melhora a circulação de oxigênio no corpo e ainda pode beneficiar a saúde cardiovascular. 

Tonifica os músculos inferiores

homem fazendo jump
A atividade intensa tonifica os músculos da coxa e das panturrilhas. (Fonte: Giphy)

A intensidade dos pulos não passa despercebida pelo corpo na hora de praticar jump. A atividade fortalece os músculos dos membros inferiores — o quadríceps e os isquiotibiais (parte anterior e posterior da coxa), assim como os glúteos e as panturrilhas

O resultado depois da prática constante das aulas superanimadas é a tonificação dos músculos inferiores como também do abdômen e da região lombar. 

Alivia o estresse

mulher fazendo jump beira mar
Jump alivia o estresse e melhora a autoestima. (Fonte: Giphy)

Fazer uma atividade intensa (e se desejar ao som de uma playlist) parece que descarrega toda a tensão do dia, não é? Essa sensação não é somente impressão. O jump melhora a circulação sanguínea no sistema nervoso e ainda libera endorfina, um hormônio relacionado ao prazer. 

A endorfina, por sua vez, é uma aliada importante contra o estresse e a ansiedade. Além disso, o condicionamento físico obtido por meio da prática constante aumenta a autoestima e a confiança.

Prepare-se para o Jump

Para tirar o maior proveito da sua aula de jump, seja na academia ou na sua sala, é preciso ter atenção com uma “coisinha” antes: a prática não é recomendada para gestantes, quem tem labirintite ou problemas no joelho, tornozelo e quadril. Na dúvida, peça sempre a opinião médica, certo?

Quando começar as primeiras aulas, certifique-se de não pisar na borda do minitrampolim, usar tênis de solado liso e se hidratar sempre. Prepare-se para suar muito e se divertir bastante. 

Se quiser uma playlist animada para embalar a prática, confira essa aqui. Quer mais dicas de exercícios? Confira o app da Selfit.

Gostou do assunto? Que tal compartilhar com seus amigos?