Alongamento ajuda a reduzir tensão

Prática regular e correta contribui para aliviar dores, relaxar os músculos e produzir serotonina

Mito ou verdade? 4 min. de leitura
Alongamento ajuda a reduzir tensão

Quem nunca se deparou com aquela tensão acumulada, que acaba atrapalhando o sono, causando dores musculares, dor de cabeça, entre outros sintomas que dificultam, e muito, a rotina?

Muitas vezes, essa tensão é causada pelo estresse do dia a dia, pela posição errada na hora de dormir, pela dificuldade em manter uma postura correta e até mesmo pela prática de atividades físicas. O alongamento pode ser a solução para quem quer acabar com essas dores.

O que é alongamento

Entende-se como alongamento o conjunto de exercícios físicos que têm como objetivo preservar e aperfeiçoar a flexibilidade dos músculos do corpo. Quando é feito, favorece o estiramento das fibras musculares, ou seja, faz com que elas aumentem seu comprimento.

mulher alongando braço
(Fonte: Selfit)

Quando uma pessoa se alonga, eleva a temperatura dos músculos e estimula o fluxo sanguíneo na articulação que está sendo esticada, o que a torna mais flexível.

Benefícios do alongamento

Alongar é um ótimo hábito para quem deseja ter uma rotina com menos estresse. A prática oferece uma série de benefícios que ajudam o corpo e a mente, como melhoria na postura, diminuição da tensão muscular, estímulo na produção e na liberação de serotonina e redução do risco de problemas na coluna.

Além disso, pode ajudar a diminuir a ansiedade. Quando o corpo se depara com uma situação de estresse, tende a contrair os músculos; sendo assim, relaxá-los e estimular a circulação sanguínea neles pode ajudar a aliviar a tensão, dissipando a sensação de rigidez.

Como fazer alongamento

mulher alongando no chão
(Fonte: Selfit)

É importante que, ao se alongar, a pessoa esteja acompanhada de um profissional da área ou tenha recebido sua orientação. Em tempos de quarentena, assistir a vídeos de especialistas mostrando as melhores práticas é uma ótima opção — na página da Selfit, você encontra alguns exemplos. Para um melhor resultado, é importante que o alongamento seja feito todos os dias.

Alongamentos estático e dinâmico

Existem dois tipos de alongamento: estático e dinâmico. O primeiro envolve exercícios em que a pessoa permanece alongando uma posição por um período, geralmente entre 20 segundos e 60 segundos. Já no dinâmico os músculos e as articulações passam por diversos movimentos ativos, sendo uma modalidade ideal para aquecimentos antes de exercícios.

Exercícios de alongamento

Confira algumas sugestões de alongamento para fazer em casa e que ajudam a dissipar a tensão.

Flexão de pescoço

Incline a cabeça para frente até encostar o queixo no peito e mantenha a posição por 5 segundos. Depois, levante lentamente a cabeça, inclinando-a para trás, e segure por mais 5 segundos. Repita os movimentos cinco vezes.

Alongamento de ombro

Faça movimentos circulares com os ombros primeiro para frente e depois para trás. A ação deve ser feita com cuidado e lentamente, para não causar lesões.

Alongamento das costas

Estenda os braços para frente, apoiando em uma cadeira, curvando as costas e alongando-a. Permaneça na posição por 15 segundos.

Alongamento de quadris

Ajoelhe-se no joelho esquerdo, mantendo o direito dobrado e o pé apoiado. Incline-se para frente, levando o quadril esquerdo em direção ao chão. Faça o exercício por 30 segundos a 60 segundos e depois repita do outro lado.

Cuidados na hora de se alongar

homem alongando braços
(Fonte: Selfit)

É importante tomar alguns cuidados na hora de se alongar. Por exemplo, não se deve estirar o músculo a ponto de causar dor; a sensação que a prática deve gerar é de leve tensão. É fundamental manter a postura correta, com a coluna reta, o queixo na linha natural e os ombros alinhados com o quadril. Outro ponto importante e que merece atenção é a respiração: respirar fundo durante os exercícios ajuda a diminuir a pressão.

Agora que você já conhece os benefícios do alongamento, está na hora de colocar em prática. Para dar aquela motivação a mais, compartilhe estas dicas com seus amigos e suas amigas.

Fontes: Ukor, Receita de vida, Blog Educação Física, El País, Hipertrofia, Mundo Boa Forma e Natue.