10 alimentos que ajudam na concentração

Como qualquer órgão do corpo humano, o cérebro necessita de nutrientes para melhorar seu desempenho

Mito ou verdade? 4 min. de leitura
10 alimentos que ajudam na concentração

A manutenção da saúde parece ser o maior desafio de todos no contexto de pandemia em que estamos vivendo. Tão importante quanto não ser contaminado pelo novo coronavírus é manter uma boa saúde física e mental durante o isolamento social. Se é na atividade física que somos capaz de ativar o corpo, é na alimentação que buscamos os nutrientes necessários para potencializar a nossa atividade cerebral.

Da mesma forma que a execução de determinados movimentos pode estimular a ativação de certos grupos musculares, algumas mudanças no cardápio são capazes de ajudar o cérebro a se manter mais concentrado, melhorando a memória e até mesmo desacelerando o envelhecimento. 

No entanto, antes de falar propriamente sobre alimentos, é essencial destacar a importância de se ter um horário para comer. Isso significa que, em nenhuma hipótese, devemos “pular” refeições, principalmente o café da manhã. Sem ele, já iniciamos o dia propensos a uma fadiga mental pela falta de glicose no organismo.

Pensando nisso, preparamos uma lista com 10 alimentos indispensáveis na dieta para estimular, de modo saudável, as funções cerebrais. Leia e mude seus hábitos alimentares para melhor! Baixe o app Self Sem Culpa e receba orientações exclusivas (e deliciosas) das nutricionistas da Selfit

frutas vermelhas
(Fonte: Shutterstock)

Alimentos para turbinar o cérebro

Não existe uma fórmula mágica para o bom funcionamento cerebral, e sim apenas o abastecimento regular de alguns nutrientes. 

Berries (antioxidantes)

Berries são aquelas frutinhas que vão do vermelho ao violeta-escuro (morango, framboesa, amora, groselha e mirtilo). Elas são ricas em anti-inflamatórios e antioxidantes, que retardam o envelhecimento cerebral por conta dos radicais livres causadores de danos nos tecidos.

Brócolis e Folhas Verdes (vitamina K)

Tanto o brócolis, do qual comemos a flor, como as folhas verdes (alface agrião, chicória, repolho, couve, acelga, rúcula e espinafre) são fontes naturais de vitamina K, apresentam propriedades anticoagulantes e estimulam a oxigenação cerebral, melhorando o raciocínio e a aprendizagem, além de manter a memória ativada.

Broto de feijão (inositol)

Esse vegetal da cozinha japonesa, também chamado feijão moyashi, é uma fonte rica de inositol — vitamina do complexo B que age diretamente na dinâmica cerebral. Essa substância participa da produção de serotonina, que é um neurotransmissor fundamental na regulamentação do humor, sono, apetite, ritmo cardíaco e nas funções intelectuais.

legumes e cereais
(Fonte: Shutterstock)

Cacau (flavonoides)

O cacau é um dos frutos mais ricos em nutrientes, contendo ferro, fibras e magnésio. Além disso, é uma fonte de flavonoides — compostos que auxiliam no controle do peso porque reduzem a quantidade de leptina, o hormônio da fome. Também elevam a circulação sanguínea do cérebro, com reflexos positivos nas funções cognitivas, na memória e no humor.

Café (cafeína)

Quem disse que uma preferência nacional não pode ser nutritiva? Além de apresentar antioxidantes, no café há cafeína, um alcaloide que deixa o cérebro em estado de alerta, melhora a concentração e até mesmo o processo de aprendizagem. Uma xícara grande de café pela manhã ativa sua capacidade de foco.

café e chocolate
(Fonte: Shutterstock)

Cúrcuma (curcumina)

Também conhecida como açafrão-da-terra ou turmérico, essa planta de origem asiática tem, em seu princípio ativo, a curcumina. Esta é uma substância que estimula a neurogênese (formação de novas células cerebrais), melhora a memória e reduz processos inflamatórios.

Granola (selênio)

Riquíssimo em selênio, mineral que atua na capacidade de raciocínio, esse composto de cereais torrados é uma excelente opção para a primeira refeição do dia.

Linhaça e Nozes (ômega-3)

Essa semente e esse fruto foram agrupados por conterem ômega-3, um tipo de gordura poli-insaturada importantíssima para um bom funcionamento da atividade cerebral, com ações na memória e na capacidade de aprendizagem.

Gostou das dicas? Compartilhe com os amigos. Saúde tem que ser contagiante!

Fonte: Jasmine Alimentos, G1/Globo e Minha Vida.

Gostou do assunto? Que tal compartilhar com seus amigos?