Você sabe a importância da alimentação saudável na sua vida?

Conversamos com a nutricionista Alessandra Bruxel sobre a importância da alimentação saudável e dos riscos que a má alimentação pode trazer a nossa vida

Comer bem! Viver bem! 5 min. de leitura
Você sabe a importância da alimentação saudável na sua vida?

O último relatório divulgado pelo Ministério da Saúde, em 2018,  indica que 55,7% da população têm excesso de peso no Brasil. O que define se uma pessoa irá emagrecer ou engordar é uma simples relação matemática: calorias consumidas – calorias gastas. Gastar mais calorias do que ingerimos é o primeiro passo para o emagrecimento, mas apenas reduzi-las, sem pensar nas vitaminas e em outras necessidades do corpo humano, é bastante arriscado.

Comer alimentos saudáveis não significa ter de se alimentar com comida sem sabor ou ter um cardápio cheio de restrições, mas sim uma alimentação que garante todos os nutrientes necessários ao organismo. Para entender melhor essa relação, conversamos com a nutricionista Alessandra Bruxel (CRN 2 – 12184D) – graduada em Nutrição pela Universidade Federal de Pelotas, no Rio Grande do Sul –, que pesquisa alimentação há 8 anos. Confira só!

De modo geral, o que é um alimento considerado saudável?

Segundo o Guia Alimentar para a População Brasileira, os alimentos saudáveis, ou in natura, são os que vêm diretamente de plantas ou animais para consumo, sem sofrer qualquer alteração após deixarem a natureza, como folhas, frutos, ovos e leite.

O que é alimentação funcional?

Alimentos funcionais são alimentos ou ingredientes que oferecem benefícios à saúde além de suas funções nutricionais básicas. Eles podem, por exemplo, reduzir o risco de doenças crônicas degenerativas, como câncer e diabetes, entre outras.

Quais os riscos de fazer qualquer dieta encontrada na internet?

Seguir uma dieta sem orientação pode levar a pessoa a fazer dietas malucas, restritivas em micro e macronutrientes, causando o famoso “efeito sanfona” e proporcionando grandes riscos à saúde devido a essas restrições nutricionais.

desenho animado jogando cenouras
(Fonte: Giphy)

Muitos pensam que fazer dieta é parar de comer quando quer perder peso e comer muito quando quer ganhar. Não é assim que funciona. Sempre que for fazer alguma dieta é preciso acompanhamento profissional, pois a nutricionista vai balancear a refeição de acordo com o sexo, a idade e a atividade desempenhada diariamente pela pessoa, fazendo o cálculo calórico para passar a quantidade ideal a ser consumida por dia. Fazer loucuras, como cortar alguma refeição ou tirar o carboidrato da alimentação, podem acarretar problemas na saúde em ocorrência do déficit de vitaminas e minerais, entre outras coisas.

Quais são os benefícios que uma dieta pode trazer se aliada à prática de exercícios?

Para a obtenção de bons resultados, é muito importante a parceria entre uma boa dieta e o exercício físico. A alimentação funcional somada ao exercício físico trarão apenas benefícios ao corpo, regulando o funcionamento do organismo e auxiliando na prática saudável de atividades. No entanto, é sempre bom ressaltar a importância de procurar os profissionais de cada área, como nutricionista e educador físico, que estejam habilitados no conselho de sua classe.

A alimentação ruim pode interferir em outros aspectos da vida, como na escola e no trabalho?

Com toda a certeza, pois a alimentação saudável e funcional é a base para o bem-estar; se você não está feliz com o seu corpo e a sua alimentação, você terá dificuldade de render no trabalho e na escola.

A alimentação funcional pode inclusive auxiliar no tratamento de doenças. Frutas cítricas – como kiwi, laranja, limão e abacaxi – diminuem a secreção do hormônio cortisol, que é liberado em resposta ao estresse e à ansiedade. Por isso, o consumo regular desses alimentos ajuda no bom funcionamento do sistema nervoso e aumenta o bem-estar.

tijela com frutas
(Fonte: Pexels)

Quais são os cuidados que devem ser tomados para quem deseja se reeducar na alimentação e ter qualidade de vida?

Procure um profissional habilitado e comece a mudança aos poucos, não pense em emagrecer e perder peso rapidamente, mas progressivamente. Para ter uma alimentação saudável é importante que ela seja muito variada e conte com todos os grupos alimentares. Seguir o conceito de variabilidade alimentar para atingir de fato uma alimentação funcional, a qual sugere uma dieta que abrange ao menos 30 alimentos, é uma boa ideia. Lembrando que produtos alimentares não entram na conta, como embutidos, bolachas recheadas, entre outros.

A água é essencial para o transporte de nutrientes no organismo e a hidratação do corpo. A orientação é ingerir, no dia, 30 ml de água por quilo, o que equivale, em média, cerca de 2 ou 3 litros por dia. A água não deve ser substituída por refrigerantes, sucos, especialmente os industrializados, e muito menos bebidas alcoólicas.

Apps Selfit

Para quem quer manter um estilo de vida saudável física e nutricionalmente, a Selfit disponibiliza dois aplicativos: um com centenas de exercícios explicados por nossos profissionais e outro que conecta o usuário e um nutricionista para melhorar as escolhas nutricionais.

E você? Busca uma alimentação funcional e saudável? Compartilhe este texto com seus amigos que estão nessa com você!

Fonte: Ministério da Saúde.

Gostou do assunto? Que tal compartilhar com seus amigos?