Batata-doce: comer antes ou depois do treino?

Para ganhar músculos e perder peso, saiba por que incluí-la na sua rotina

Comer bem! Viver bem! 3 min. de leitura
Batata-doce: comer antes ou depois do treino?

Queridinha de quem ama treinar e praticar atividades físicas, a batata-doce é uma fonte de carboidrato complexo que dá energia, auxilia no emagrecimento e reduz o risco de doenças cardiovasculares. O tubérculo pode ser encontrado em diversas cores: polpa amarela, branca, roxa ou alaranjada, com todas as variações sendo garantia de diversos benefícios à saúde.

batata doce animada
(Fonte: Giphy)

De acordo com a nutricionista Andrezza Botelho (CRN 3-26485), não existe momento certo ou errado para ingerir a batata-doce, porque isso depende dos objetivos de cada pessoa, que podem ser perda de peso, ganho de massa muscular ou performance elevada.

“O consumo antes do treino seria para aumentar as reservas de glicogênio, pois no decorrer da atividade a ingestão de carboidrato ajuda na manutenção da glicemia sanguínea e libera energia aos poucos no organismo, o que melhora o rendimento esportivo. A ingestão de carboidratos após o treino repõe os estoques de glicemia e ajuda na construção muscular, caso ela seja associada a uma proteína”, explica a nutricionista.

Consuma com moderação

Nenhum alimento é totalmente responsável por engordar ou emagrecer. O ganho de peso é resultado de uma série de fatores que incluem a dieta como um todo, além da prática de atividade física. A batata-doce, se consumida em excesso, pode contribuir até para o ganho de peso, por ser fonte de carboidrato.

mastigando de boca aberta
(Fonte: Giphy)

“Uma boa dica é realizar um choque térmico no tubérculo após o cozimento, pois isso reduz a velocidade da absorção do alimento. Outra opção é prepará-la com casca, por ter muitos nutrientes e ser rica em fibras, o que aumenta a sensação de saciedade”, completa a profissional.

Os benefícios não param por aí

A batata-doce tem uma variedade de vitaminas que beneficiam o desempenho esportivo e a saúde. O amido resistente encontrado nela também está na banana-verde, por exemplo, e reduz o risco de diabetes e doenças cardiovasculares, pois diminui níveis de LDL (colesterol ruim) e triglicerídeos. Além disso, existem outras propriedades que fazem dela uma aliada:

  1. ajuda a controlar o diabetes, por conta de seu baixo índice glicêmico;
  2. melhora o funcionamento do intestino e dá saciedade, pela presença de fibras;
  3. fortalece o sistema imunológico, pela quantidade de vitamina A;
  4. age como antioxidante, pela presença de vitamina A e betacaroteno;
  5. tem elevado teor de vitaminas C, E e do complexo B, essenciais para pele e para a formação do colágeno.
mulher aplaudindo
(Fonte: Giphy)

Como consumir batata-doce antes de treinar

De acordo com Botelho, independentemente do objetivo, é recomendado comer a batata-doce de 2 horas a 3 horas antes do treino: “Caso contrário, a digestão lenta pode reduzir o desempenho do atleta”.

Por se tratar de um alimento bastante versátil, pode ser consumido de diferentes formas, dependendo do horário do treino. Pela manhã, é possível fazer panqueca, substituindo a aveia pelo tubérculo. Caso o treino seja à tarde ou à noite, pode ser assada, cozida ou até na forma de purê. Outra dica da nutricionista é fazer a batata assada, recheando-a com carne moída ou frango desfiado, ou até chips de batata-doce para acompanhar o prato principal.

Este texto deu inspiração para pesquisar receitas com batata-doce e ir treinar? Então o compartilhe com quem pode acompanhar você nessa.

Gostou do assunto? Que tal compartilhar com seus amigos?